Comprar por impulso? A culpa pode ser do café | TVFEIRADESANTANA.com The Mobile Television Network

A cafeína atua como um estimulante e aumenta a probabilidade de fazermos compras por impulso e de gastar mais dinheiro.   Uma hora o café faz bem, em outro momento o café faz mal — parece que todos os dias sai um novo estudo sobre o café e os seus efei...

artigo, jornalismo, reportagens, mercado, economia, café

Comprar por impulso? A culpa pode ser do café

Publicado por: Redação
28/06/2022 12:18:11
Cortesia Editorial Pixabay
Cortesia Editorial Pixabay

A cafeína atua como um estimulante e aumenta a probabilidade de fazermos compras por impulso e de gastar mais dinheiro.

 

Uma hora o café faz bem, em outro momento o café faz mal — parece que todos os dias sai um novo estudo sobre o café e os seus efeitos na nossa saúde. Desta vez, o foco da pesquisa foi sobre o impacto desta bebida no bolso.

 

Um estudo publicado na Journal of Marketing descobriu uma correlação entre o consumo de cafeína e um aumento nas compras, tanto online como em lojas físicas. Este aumento no consumo é até facilitado por algumas lojas que oferecem bebidas ou petiscos completares que contém cafeína.

 

“A cafeína é um estimulante poderoso e liberta dopamina no cérebro, o que excita a mente e o corpo. Isto causa um estado de maior energia, o que aumenta a impulsividade e diminui o auto-controlo“, explica Dipayan Biswas, autor do estudo.

 

A investigação baseou-se em três experiências feitas em várias lojas, que consistiam em colocar uma máquina de café na entrada dos estabelecimentos de uma cadeia que vende produtos para o lar em França e de um loja de departamento em Espanha.

 

À entrada, um grupo de mais de 300 clientes foi dividido em três — com cerca de metade a receber um café com 100 mg de cafeína de oferta, enquanto que os restantes receberam ou água ou um descafeinado. À saída, os participantes mostraram mostraram os seus recibos aos investigadores.

 

Em média, os clientes que beberam café gastaram 50% mais dinheiro e compraram 30% mais produtos do que os clientes que beberam água ou descafeinado antes de entrarem na loja, relata o Sci News.

 

Para além da quantidade, a qualidade das compras também foi influenciada pela cafeína — quem bebeu café comprou mais produtos que não são essenciais, como velas perfumadas, do que quem não fez compras sob o efeito da cafeína.

 

A equipa decidiu tentar perceber se o efeito da cafeína também se faz sentir nas compras online. A amostra era composta por 200 estudantes numa escola de negócios, que foi dividida em dois grupos — uma parte bebeu café e a outra bebeu descafeinado —, tendo todos de escolher que itens queriam comprar de uma lista de 66 opções que lhes foi apresentada.

 

Aqueles que beberam café escolheram produtos considerados como compras de impulso, como um massajador, enquanto que os participantes que beberam descafeinado preferiram objectos com um maior uso prático, como um bloco de notas.

 

Por isso aqui fica o conselho caso a sua carteira esteja a sofrer nestes tempos de inflação — talvez esteja na hora de saltar o habitual cafézinho antes de ir às compras.

 

Por  Adriana Peixoto, originalmente publicado por: Planeta ZAP //

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários