Ele criou a Internet. Agora, Tim Berners-Lee quer “repará-la” | TVFEIRADESANTANA.com 100% Digital 100% Internet

Depois de a ter criado, o pai da Web quer agora “arranjá-la”. Tim Berners-Lee quer fazer da Solid uma plataforma gratuita para todos os internautas que pretendem controlar os seus dados.   Tim Berners-Lee quer “arranjar” o que, a seu ver, está errado n...

tecnologia, app, vídeo, stream, streaming, live, stratup, legislação, lgpd, internet, vídeo

Ele criou a Internet. Agora, Tim Berners-Lee quer “repará-la”

Publicado por: Redação
14/01/2021 11:56:29
Courtesy Pixaby
Courtesy Pixaby

Depois de a ter criado, o pai da Web quer agora “arranjá-la”. Tim Berners-Lee quer fazer da Solid uma plataforma gratuita para todos os internautas que pretendem controlar os seus dados.

 

Tim Berners-Lee quer “arranjar” o que, a seu ver, está errado na Internet. No topo das preocupações estão as falhas de segurança e privacidade, além das fake news e da limitação de privacidade. Com a startup Inrupt, o pai da Web quer apostar em força na Solid, uma plataforma que dá maior controlo aos utilizadores.

 

De acordo com a Reuters, a Inrupt promete uma Internet onde as pessoas podem usar um único login para qualquer serviço. Os dados pessoais são armazenados em “pods” ou armazenamentos de dados pessoais online, controlados pelo próprio utilizador.

 

Através deste conceito, a Solid permite que um internauta decida qual a informação pessoal que poderá ser fornecida a terceiros.

Já as marcas, empresas ou instituições estatais passam a poder aceder aos dados dos internautas com quem estabelecem relações. A qualquer momento, os utilizadores podem definir que informação é veiculada para os diferentes serviços.

 

Tim Berners-Lee, o inventor da World Wide Web

Tim Berners-Lee, o inventor da World Wide Web

 

O Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) implantou a lógica de que, em qualquer negócio, os dados pessoais são sempre dos cidadãos, mesmo que estejam alojados em servidores de empresas ou instituições. Além disso, admite o direito dos internautas a exigir a eliminação de dados.

 

A plataforma Solid trabalha segundo esta lógica, ao responder a estas exigências com um link, no qual aloja a informação em diferentes infraestruturas e entidades, mantém o acesso à informação e permite respeitar as escolhas e restrições aplicadas por cada internauta.

 

Ao mesmo tempo que as empresas criam valor, os utilizadores são instados a confiar nos terceiros. O NHS (sistema de saúde do Reino Unido), o governo da Flandres e a BBC são algumas das empresas que já aderiram ao sistema, revelou John Bruce, parceiro de Berners-Lee e responsável pela Inrupt.

 

Fonte Original: Liliana Malainho, Planeta ZAP //

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Vídeos relacionados